Gigliola Cinquetti - Alle porte del sole (Portuguese translation)

Italian

Alle porte del sole

Un'anima avevo
Così limpida e pura
Che forse per paura con te
L'amore non l'ho fatto mai.
 
Cercavo le strade
Più strane del mondo
Invece da te si arrivava
Per chiari sentieri
E adesso che sento
Il tuo corpo vicino
Nel buio ti chiedo
Di portarmi con te
 
Alle porte del sole
Ai confini del mare
Quante volte col pensiero
Ti ho portato insieme a me
E nel buio sognavo
La tua mano leggera
Ogni porta che si apriva
Mi sembrava primavera.
 
Alle porte del sole
Ai confini del mare
Quante volte col pensiero
Ti ho portato insieme a me
Ti ho portato insieme a me
Ti ho portato insieme a me.
 
Che cosa mi dici?
Che cosa succede?
Mi dici di cercare una casa
Per vivere insieme:
Un grande giardino
Sospeso nel cielo
E mille bambini con gli occhi
Dipinti d'amore.
 
Allora i pensieri
Non sono illusioni,
Allora è proprio vero che io
Sto volando con te
 
Alle porte del sole
Ai confini del mare
Quante volte col pensiero
Ti ho portato insieme a me
E nel buio sognavo
La tua mano leggera
Ogni porta che si apriva
Mi sembrava primavera.
 
Alle porte del sole
Ai confini del mare
Quante volte col pensiero
Ti ho portato insieme a me
E nel buio sognavo
La tua mano leggera
Ogni porta che si apriva
Mi sembrava primavera.
 
Alle porte del sole
Ai confini del mare
Quante volte col pensiero
Ti ho portato insieme a me
Ti ho portato insieme a me
Ti ho portato insieme a me
Insieme a me...
 
Submitted by Valeriu Raut on Mon, 09/12/2013 - 21:29
Last edited by Valeriu Raut on Fri, 17/11/2017 - 08:26
Submitter's comments:

Gigliola Cinquetti ha vinto Canzonissima 1973 con il brano "Alle porte del sole".
Poi, con lo stesso, ha rappresentato l'Italia all'Eurovision 1974.

Align paragraphs
Portuguese translation

Às Portas do Sol

Eu tenho uma alma
Muito clara e pura
Que talvez por medo
Nunca fez amor com você
 
Eu procurava pelas ruas
Mais estranhas do mundo
Mas acabava chegando em você
Por caminhos claros
 
E agora que sinto
O seu corpo próximo
Te peço no escuro
Que me leve com você
 
Às portas do sol
Às fronteiras do mar
Quantas vezes, com o pensamento,
Eu te levei junto de mim
E sonhava no escuro
Com a sua mão leve
Cada porta que se abria
Me parecia a primavera
 
Às portas do sol
Às fronteiras do mar
Quantas vezes, com o pensamento,
Eu te levei junto de mim
Eu te levei junto de mim
Eu te levei junto de mim
 
O que você está me dizendo?
O que está acontecendo?
Você me disse para procurar uma casa
Para vivermos juntos:
Um grande jardim
Suspendido no céu
E mil crianças com os olhos
Pintados de amor
 
Agora os pensamentos
Não são ilusões
Agora é verdade que eu estou
Estou voando com você
 
Às portas do sol
Às fronteiras do mar
Quantas vezes, com o pensamento,
Eu te levei junto de mim
E sonhava no escuro
Com a sua mão leve
Cada porta que se abria
Me parecia a primavera
 
Às portas do sol
Às fronteiras do mar
Quantas vezes, com o pensamento,
Eu te levei junto de mim
E sonhava no escuro
Com a sua mão leve
Cada porta que se abria
Me parecia a primavera
 
Às portas do sol
Às fronteiras do mar
Quantas vezes, com o pensamento,
Eu te levei junto de mim
Eu te levei junto de mim
Eu te levei junto de mim
Junto de mim...
 
Translation done by Alma Barroca. In case you want to reprint it, please ask for permission first and always cite my name as its author. /
Tradução feita por Alma Barroca. Caso você queira reutilizá-la, por favor peça por permissão antes e sempre cite meu nome como o do autor.
Submitted by Alma Barroca on Thu, 16/11/2017 - 21:23
Gigliola Cinquetti: Top 3
See also
Comments