O dragão [ Drakon (Дракон) ]

Portuguese translation

O dragão

Os poços congelam, esquecidos,
A urze desvaneceu-se por milhas em volta,
E eu contemplo como o sol rola
Pelas encostas celestiais congeladas,
Perdendo os restos de calor.
 
Encostas de granito da cor da noite,
A terra seca é da cor do sangue,
E os olhos de âmbar do dragão
São refletidos por um pedaço de cristal -
Eu vigio esse tesouro.
 
Amaldiçoo o ouro enfeitiçado,
Por causa do traiçoeiro reflexo do fogo,
Eu me lembro daquela que, um dia
Que um dia havia sido alada -
Ela morreu há muito tempo.
 
Mas além das montanhas, além dos mares, longe
Onde as pessoas não veem, e os deuses não acreditam
Lá, o último da minha raça facilmente
Abrirá suas asas - penas de ferro
E o ornamento desenhado pelas escamas
Dissipará o mau tempo com a encarnação da paixão,
Subindo nas nuvens, desafiando o destino,
Imensamente perigoso, loucamente belo
É isso é o melhor encanto do mundo,
O sol fesetja na lâmina da encosta,
E isso é tudo, não há nada mais -
Há só o céu, eterno céu.
 
E os heróis banqueteiam na sombra
Das câmaras reais de carvalho
Se vangloriando, ébrios
Que conseguirão um misterioso tesouro
Antes mesmo do Natal...
 
Érika Batista. Copy freely, but give the credit.
Submitted by erika_hermi on Wed, 09/05/2012 - 00:10
Russian

Drakon (Дракон)

See video
More translations of "Drakon (Дракон)"
Russian → Portuguese - erika_hermi
Comments