Equivale à Imensidão (Equivale all'immenso)

Italian

Equivale all'immenso

Ho visto un mondo solo mio
Con dentro tutto il tuo silenzio
E giuro che ho pregato Dio
Sotto questo cielo immenso
Ho dormito per l’ultima notte
Anche in questa casa sai
Stretti e abbracciati vicini
Come bambini che non si vergognano mai
Che non si vergognano mai
Che non si vergognano
 
Dimmi che è lo stesso per te
Che il tempo non è stato cattivo
Che in qualunque cosa accada domani, per noi
Ci sarà sempre un motivo
E dimmi che è lo stesso per te
Sennò non ha senso
Che quello che hai scelto per me
Equivale all’immenso
E quei giorni in cui tutto scompare
Prima del silenzio
 
Ho visto un mondo solo mio
Con dentro tutto il tuo silenzio
E giuro che ho pregato Dio
Sotto questo cielo immenso
Ho dormito per l’ultima notte
Anche in questa casa sai
Stretti e abbracciati vicini
Come bambini che non si vergognano mai
Che non si vergognano mai
Che non si vergognano
 
Dimmi che è lo stesso per te
Che il tempo non è stato cattivo
Che in qualunque cosa accada domani, per noi
Ci sarà sempre un motivo
E dimmi che è lo stesso per te
Sennò non ha senso
Che quello che hai scelto per me
Equivale all’immenso
E quei giorni in cui tutto scompare
Prima del silenzio
 
Dimmi che è lo stesso per te
Che il tempo non è stato cattivo
Che in qualunque cosa accada domani, per noi
Ci sarà sempre un motivo
E dimmi che è lo stesso per te
Sennò non ha senso
Che quello che hai scelto per me
Equivale all’immenso
E quei giorni in cui tutto scompare
Prima del silenzio
 
Nelle domani le strade di oggi che chiami coi nomi di donne
Le folle, le piazze, coi raggi del sole
Che creano le forme perfette
Domenica dormo sul letto
Io che non ho mai saputo
Come un idiota mentre saluto
Lo sguardo nel vuoto e la mano sul petto
 
Dimmi che è lo stesso per te
Che il tempo non è stato cattivo
Che in qualunque cosa accada domani, per noi
Ci sarà sempre un motivo
E dimmi che è lo stesso per te
Sennò non ha senso
Che quello che hai scelto per me
Equivale all’immenso
E quei giorni in cui tutto scompare
Prima del silenzio
 
Dimmi che è lo stesso per te
Che il tempo non è stato cattivo
Che in qualunque cosa accada domani, per noi
Ci sarà sempre un motivo
E dimmi che è lo stesso per te
Sennò non ha senso
Che quello che hai scelto per me
Equivale all’immenso
E quei giorni in cui tutto scompare
Prima del silenzio
 
Dimmi che è lo stesso per te
Che il tempo non è stato cattivo
Che in qualunque cosa accada domani, per noi
Ci sarà sempre un motivo
E dimmi che è lo stesso per te
Sennò non ha senso
Che quello che hai scelto per me
Equivale all’immenso
E quei giorni in cui tutto scompare
Prima del silenzio
 
Submitted by dearjack2016 on Fri, 14/10/2016 - 11:35
Last edited by Alma Barroca on Thu, 30/03/2017 - 21:40
videoem: 
Align paragraphs
Portuguese translation

Equivale à Imensidão

Eu vi um mundo que era só meu
Com todo o seu silêncio dentro dele
E juro que rezei para deus
Sobre esse céu imenso
Eu também dormi a noite passada
Nessa casa, você sabe
Apertados e abraçados, próximos
Como crianças que nunca se envergonham
Que nunca se envergonham
Que não se envergonham
 
Me diga que com você é igual
Que o tempo não foi ruim
Que não importa o que acontecer amanhã conosco
Sempre haverá um motivo
E me diga que com você é igual
Senão, não faz sentido
Porque o que você escolheu para mim
Equivale à imensidão
E aqueles dias em que tudo desaparece
Antes do silêncio
 
Eu vi um mundo que era só meu
Com todo o seu silêncio dentro dele
E juro que rezei para deus
Sobre esse céu imenso
Eu também dormi a noite passada
Nessa casa, você sabe
Apertados e abraçados, próximos
Como crianças que nunca se envergonham
Que nunca se envergonham
Que não se envergonham
 
Me diga que com você é igual
Que o tempo não foi ruim
Que não importa o que acontecer amanhã conosco
Sempre haverá um motivo
E me diga que com você é igual
Senão, não faz sentido
Porque o que você escolheu para mim
Equivale à imensidão
E aqueles dias em que tudo desaparece
Antes do silêncio
 
Me diga que com você é igual
Que o tempo não foi ruim
Que não importa o que acontecer amanhã conosco
Sempre haverá um motivo
E me diga que com você é igual
Senão, não faz sentido
Porque o que você escolheu para mim
Equivale à imensidão
E aqueles dias em que tudo desaparece
Antes do silêncio
 
No futuro, nas ruas de hoje que você dá os nomes de mulheres
As multidões, as praças, com os raios do sol
Que criam as formas perfeitas
Domingo durmo na cama
Eu, que nunca soube,
Como um idiota, enquanto cumprimento
Olho para o vazio com a mão sobre o peito
 
Me diga que com você é igual
Que o tempo não foi ruim
Que não importa o que acontecer amanhã conosco
Sempre haverá um motivo
E me diga que com você é igual
Senão, não faz sentido
Porque o que você escolheu para mim
Equivale à imensidão
E aqueles dias em que tudo desaparece
Antes do silêncio
 
Me diga que com você é igual
Que o tempo não foi ruim
Que não importa o que acontecer amanhã conosco
Sempre haverá um motivo
E me diga que com você é igual
Senão, não faz sentido
Porque o que você escolheu para mim
Equivale à imensidão
E aqueles dias em que tudo desaparece
Antes do silêncio
 
Me diga que com você é igual
Que o tempo não foi ruim
Que não importa o que acontecer amanhã conosco
Sempre haverá um motivo
E me diga que com você é igual
Senão, não faz sentido
Porque o que você escolheu para mim
Equivale à imensidão
E aqueles dias em que tudo desaparece
Antes do silêncio
 
Translation done by Alma Barroca. In case you want to reprint it, please ask for permission first and always cite my name as its author. /
Tradução feita por Alma Barroca. Caso você queira reutilizá-la, por favor peça por permissão antes e sempre cite meu nome como o do autor.
Submitted by Alma Barroca on Thu, 30/03/2017 - 21:54
More translations of "Equivale all'immenso"
Italian → Portuguese - Alma Barroca
Please help to translate "Equivale all'immenso"
Comments