Marcia del Centenario

Portuguese

Marcha do centenário

Toda a cidade flutua / No mar da minha canção
Passeiam na rua / Pedaços de lua
Que caem do meu balão

Deixem Lisboa folgar / Não há mal que me arrefeça
A rir, a cantar / Cabeça no ar
Que eu hoje perco a cabeça

Lisboa nasceu, pertinho do céu
Toda embalada na fé
Lavou-se no rio, ai ai ai menina
Foi baptizada na Sé
Já se fez mulher e hoje o que ela quer
É trovar e dar ao pé
Vaidosa e ladina, ai ai ai menina
Mas que linda que ela é

Dizem que eu velhinha sou / Há oito séculos nascida
Nessa é que eu não vou / Por mim não passou
Nem a morte nem a vida

Um pagém me fez um fado / Um vali me leu a sina
Não ter namorado / Nem dor, nem cuidado
E ficar sempre menina

See video
Try to align
Italian

Marcia del Centenario

Tutta la città fluttua / Nel mare della mia canzone
Vagano per strada / Frammenti di luna
Che cadono dal mio pallone

Lasciate Lisbona divertirsi / Non c'è male che mi raffreddi
Ridendo, cantando / Con la testa per aria
Che oggi io perdo la testa.

Lisbona nacque vicino al cielo,
Cullata dalla fede
Si lavò al fiume, ahi ahi ahi bambina
Fu battezzata nella Cattedrale
Già si è fatta donna e oggi quel che vuole
É cantare e ballare
Vanitosa e furba, ahi ahi ahi bambina
Ma che bella che é.

Dicono che sono vecchietta / Nata otto secoli fa
Questo proprio no / Per me non passò
Nè la morte nè la vita.

Un paggio mi fece un fado / Un balì¹ mi lesse il destino
Non avere innamorato / Nè dolore, ne preoccupazioni
E restar sempre bambina.

Submitted by desafinado64 on Wed, 08/02/2012 - 18:08
Author's comments:

1. Balì: il grado più alto degli antichi ordini cavallereschi.

thanked 1 time
Guests thanked 1 time
0
Your rating: None
More translations of "Marcha do centenário"
Portuguese → Italian - desafinado64
0
Comments