Encenação

Serbian

Maskarada

Ziv se covek na sve navikne
pa valjda cu ja
ako Bog da, ako Bog da

Da se pravim
da me ne vredja
kad odgurnes me
da spasem bar to
sto spasti se da

Da te ne pitam s kim
svaku provodis noc
i sto ne spavamo kao pre
da ne pobedi gnev
pa da polupam sve
kad mi ujutru dodjes od nje

Dobrodosli, drugovi
na nasu malu maskaradu
pozivnice imate
najbolje je to u gradu
sampanjac otvorite
otkacimo se do daske
i da se goli skinemo
ostace nam nase maske

Da se pravim
da te ne cujem
kad opsujes me
da spasem bar to
sto spasti se da

Da ne proklinjem dan
kad sam rekla ti Da
decu sto sam ti rodila
i da foliram sve
da se ne nerviram
sto sam s drugom te videla

Try to align
Portuguese

Encenação

O ser humano se acostuma a tudo
E certamente eu irei
Se deus quiser, se deus quiser

E fingir
Que isso não me fere
Quando você me afasta
Para ao menos guardar
O que pode ser guardado

Não te pergunto com quem
Você passa toda noite
E por que não dormimos como antes
Não deixar o ódio vencer
E quebrar tudo
Quando você chega da casa dela, de manhã

Bem vindos, meus amigos
A nossa modesta encenação
Vocês têm convites
Na cidade é melhor
Abram o champanhe
Vamos nos embriagar
E tirarmos nossas roupas
E ainda assim permanecerão nossas máscaras

E fingir
Que não te escuto
Quando você me diz algo ruim
Para ao menos guardar
O que pode ser guardado

Não amaldiçoar o dia
Em que te disse “sim”
Aos teus filhos a quem dei à luz
E curtir com todo mundo
Não ficar nervosa
Por te ver com outra mulher

Submitted by Luiz Dorea on Thu, 25/08/2011 - 00:19
0
Your rating: None
Comments