Rita Forte - Non è colpa di nessuno (Portuguese translation)

Italian

Non è colpa di nessuno

Sto guidando per le strade della città
Mentre Ia notte mi porta via lontano
Dalla gente e dai rumori
E da tanta nostalgia
 
E la radio trasmette la nostra canzone
Quella che cantavi tu
I pensieri fanno un salto nel passato
Che strano non pensarci più
 
Di quei giorni c’è un ricordo
Sempre vivo che mi assale
Tra gioia, paure e sorrisi al sole
Solo un’ombra ormai sbiadita
E strana che mi appare
Poi cerco di capire
 
Ma non è colpa di nessuno
Se fra noi tutto è finito
Se hai perduto le speranze
E te ne sei andato via
E si spezzano le ali
Ed un angelo più non vola
Non è colpa di nessuno
Se non tornerai da me!
 
E la notte si allontana
Resta solo la mia radio
A farmi compagnia
La canzone è già finita
E con lei le speranze
Che ridiventi mio
 
Guardo fuori e lentamente
La città si sveglia
E indossa il giorno
Immagini di vita mi rubano il passato
E la storia che continua indisturbata
Il suo cammino che va al di là di un sogno
 
Ma non è colpa di nessuno
Se un inganno ti fa male
Se ti lascia un vuoto dentro
E ti sembra di impazzire
E adesso resto nei miei sogni
Con un volto da inventare
Non è colpa di nessuno
Se quel tempo è andato via…
 
E adesso resto nei miei sogni
Con un volto da inventare
Non è colpa di nessuno
Se non tornerai da me…
 
Submitted by Alma Barroca on Fri, 28/07/2017 - 23:36
Submitter's comments:

Festival di Sanremo 1992 / Comas, Antonio Bella e Arturo Zitelli

Canzone mai incisa in studio - inclusa solamente nella compilation 'Sanremo 1992'.

Align paragraphs
Portuguese translation

Não é Culpa de Ninguém

Dirijo pelas ruas da cidade
Enquanto a noite me leva para longe
Das pessoas e dos barulhos
E de tanta nostalgia
 
E a rádio passa a nossa música
A que você cantava
Os pensamentos dão um pulo no passado
É estranho não pensar mais nisso
 
Existe uma lembrança daqueles dias
Sempre viva, me atacando
Entre alegria, medos e sorrisos sob o sol
Só uma sombra, já desbotada
E estranha que me aparece
Então tento entender
 
Mas não é culpa de ninguém
Se tudo acabou entre nós
Se você perdeu as esperanças
E foi embora
E suas asas se quebram
E um anjo não voa mais
Não é culpa de ninguém
Se você não voltar para mim!
 
A noite se distancia
O meu rádio é a única coisa que resta
Me fazendo companhia
A canção já acabou
E com ela, as esperanças
De que você seria meu de novo
 
Olho para fora e lentamente
A cidade acorda
E veste o dia
Imagens da vida me roubam o passado
E a história que continua, sem perturbações
O seu caminho que segue além de um sonho
 
Mas não é culpa de ninguém
Se uma decepção te machuca
Se deixa um vazio dentro de você
E você acha que está enlouquecendo
E agora fico nos meus sonhos
Com um rosto para inventar
Não é culpa de ninguém
Se aquele tempo acabou...
 
E agora fico nos meus sonhos
Com um rosto para inventar
Não é culpa de ninguém
Se você não voltar para mim...
 
Translation done by Alma Barroca. In case you want to reprint it, please ask for permission first and always cite my name as its author. /
Tradução feita por Alma Barroca. Caso você queira reutilizá-la, por favor peça por permissão antes e sempre cite meu nome como o do autor.
Submitted by Alma Barroca on Sat, 29/07/2017 - 00:37
More translations of "Non è colpa di nessuno"
Italian → Portuguese - Alma Barroca
Comments