Fernando Pessoa - Ogdr36 – E há poetas que são artistas (Italian translation)

Portuguese

Ogdr36 – E há poetas que são artistas

 
E há poetas que são artistas
E trabalham nos seus versos
Como um carpinteiro nas tábuas!...
 
Que triste não saber florir!
Ter que pôr verso sobre verso, como quem constrói um muro
E ver se está bem, e tirar se não está!...
Quando a única casa artística é a Terra toda
Que varia e está sempre bem e é sempre a mesma.
 
Penso nisto, não como quem pensa, mas como quem respira.
E olho para as flores e sorrio...
Não sei se elas me compreendem
Nem se eu as compreendo a elas,
Mas sei que a verdade está nelas e em mim
E na nossa comum divindade
De nos deixarmos ir e viver pela Terra
E levar ao colo pelas Estações contentes
E deixar que o vento cante para adormecermos
E não termos sonhos no nosso sono.
 
Submitted by Guernes on Tue, 13/10/2015 - 18:30
Last edited by Guernes on Mon, 02/11/2015 - 12:19
Submitter's comments:

s.d.
.
“O Guardador de Rebanhos”. In Poemas de Alberto Caeiro. Fernando Pessoa. (Nota explicativa e notas de João Gaspar Simões e Luiz de Montalvor.) Lisboa: Ática, 1946 (10ª ed. 1993).
.
- 60.

Align paragraphs
Italian translation

Ogdr36 - E ci sono poeti che sono artisti

Versions: #1#2
E ci sono poeti che sono artisti
e lavorano i loro versi
come un falegname le tavole!...
 
Com’è triste non saper fiorire!
Dover mettere un verso sopra l’altro come chi costruisce un muro
e vedere se va bene, e toglierlo se non va!...
Quando l’unica casa artistica è la Terra intera
che varia e va sempre bene ed è sempre la stessa.
 
Penso a questo, non come uno che pensa, ma come uno che respira
E guardo i fiori e sorrido...
Non so se essi mi capiscono
né se io capisco loro,
ma so che la verità è in essi e in me
e nella nostra comune divinità
di lasciarci andare e vivere sulla Terra
e di farci portare in bracrìo dalle stagioni contente
e di lasciare che il vento canti per addormentarci
e di non avere sogni nel nostro sonno.
 
Submitted by Manuela Colombo on Wed, 09/08/2017 - 19:26
Last edited by Manuela Colombo on Thu, 10/08/2017 - 19:48
Author's comments:

Traduzione di Maria José de Lancastre, in "Fernando Pessoa, Una sola moltitudine” - vol. II, Adelphi, 1984

More translations of "Ogdr36 – E há poetas que são artistas"
Fernando Pessoa: Top 3
See also
Comments