Fernando Pessoa - Ogdr47 – Num dia excessivamente nítido (Italian translation)

Portuguese

Ogdr47 – Num dia excessivamente nítido

Num dia excessivamente nítido,
Dia em que dava a vontade de ter trabalhado muito
Para nele não trabalhar nada,
Entrevi, como uma estrada por entre as árvores,
O que talvez seja o Grande Segredo,
Aquele Grande Mistério de que os poetas falsos falam.
 
Vi que não há Natureza,
Que Natureza não existe,
Que há montes, vales, planícies,
Que há árvores, flores, ervas,
Que há rios e pedras,
Mas que não há um todo a que isso pertença,
Que um conjunto real e verdadeiro
É uma doença das nossas ideias.
 
A Natureza é partes sem um todo.
Isto e talvez o tal mistério de que falam.
 
Foi isto o que sem pensar nem parar,
Acertei que devia ser a verdade
Que todos andam a achar e que não acham,
E que só eu, porque a não fui achar, achei.
 
Submitted by Guernes on Fri, 16/10/2015 - 18:55
Last edited by Guernes on Mon, 02/11/2015 - 12:27
Submitter's comments:

s.d.
.
“O Guardador de Rebanhos”. In Poemas de Alberto Caeiro. Fernando Pessoa. (Nota explicativa e notas de João Gaspar Simões e Luiz de Montalvor.) Lisboa: Ática, 1946 (10ª ed. 1993).
.
- 70.
.
“O Guardador de Rebanhos”. 1ª publ. in Athena, nº 4. Lisboa: Jan. 1925.

Align paragraphs
Italian translation

Ogdr47 - In un giorno eccessivamente nitido

In un giorno eccessivamente nitido,
un giorno in cui veniva voglia di aver già lavorato molto
per poter smettere di lavorare,
intravidi, come una strada fra gli alberi,
quello che forse è il Grande Segreto,
quel Grande Mistero di cui parlano i poeti falsi.
 
Vidi che non c’è Natura,
che Natura non esiste,
che ci sono monti, valli, pianure,
che ci sono alberi, fiori, erbe,
che ci sono fiumi e pietre,
ma che non c’è un tutto a cui questo appartenga,
che un insieme reale e vero
è una malattia delle nostre idee.
 
La Natura è parti senza un tutto.
Questo è forse quel tale mistero di cui parlano.
 
Fu questo, che senza pensare o fermarmi,
ebbi la certezza fosse la verità
che tutti stanno cercando senza trovare,
e che soltanto io, perché non sono andato a cercarla, ho trovato.
 
Submitted by Manuela Colombo on Thu, 10/08/2017 - 19:29
Author's comments:

Traduzione di Maria José de Lancastre, in "Fernando Pessoa, Una sola moltitudine” - vol. II, Adelphi, 1984

More translations of "Ogdr47 – Num dia excessivamente nítido"
Portuguese → Italian - Manuela Colombo
Comments