António Ramos Rosa - A palavra é uma estátua submersa (French translation)

Portuguese

A palavra é uma estátua submersa

A palavra é uma estátua submersa, um leopardo
que estremece em escuros bosques, uma anêmona
sobre uma cabeleira. Por vezes é uma estrela
que projeta a sua sombra sobre um torso.
Ei-la sem destino no clamor da noite,
cega e nua, mas vibrante de desejo
como uma magnólia molhada. Rápida é a boca
que apenas aflora os raios de uma outra luz.
Toco-lhe os sutis tornozelos, os cabelos ardentes
e vejo uma água límpida numa concha marinha.
É sempre um corpo amante e fugidio
que canta num mar musical o sangue das vogais.
 
Submitted by Manuela Colombo on Wed, 24/05/2017 - 20:29
Align paragraphs
French translation

La parole est une statue sous-marine...

La parole est une statue sous-marine, un léopard
Qui frémit dans l’obscurité des bois, une anémone
Cachée sous des cheveux. Parfois c’est une étoile
Qui projette son ombre sur un buste.
Hé toi, sans destin dans la rumeur de la nuit,
Aveugle et nu, mais vibrant de désir
Comme un bouquet de magnolias. La bouche est véloce
Où n’affleurent qu’avec peine les rayons d’une autre lumière.
Ses subtiles chevilles, son ardente chevelure, je les caresse
Et je vois une eau limpide dans une conque marine.
C’est toujours un corps amoureux, fugitif
Qui chante dans une mer musicale, le sang des voyelles.
 
Submitted by Guernes on Sun, 10/09/2017 - 07:15
Author's comments:

© Christian Guernes

More translations of "A palavra é uma estátua submersa"
Portuguese → French - Guernes
Comments