Clementino - Ragazzi fuori (Portuguese translation)

Portuguese translation

Desocupados

Versions: #1#2
Fico até você sorrir entre as luzes da manhã e então
Não é esse ar que você respirará, lembre de quando éramos nós
Fico até você sorrir, não te acordo nesse sonho
Escreverei nos muros da minha cidade, histórias sobre os desocupados
 
Você finalmente está dormindo
Os pensamentos estão longe em um quarto, o vento não vem
Lembro dos passos, dos destroços e tudo naquele momento
As primeiras viagens quando crianças, e o quanto eu estava feliz
Risadas não são o suficiente para ficar mais sereno aqui
Se essa vida te serviu pão envenenado
Um dia normal, passado em um bar
Quando tudo parece igual, você joga cartas com o mal
E com os dois pés para dentro, bem, também já fiz isso
Quando arranhava o fundo, ajoelhado por um falso Deus
 
Você fala comigo com os olhos e vejo o rosto de meu pai
Uma criança de rua com os joelhos feridos nessa cidade
 
Fico até você sorrir entre as luzes da manhã e então
Não é esse ar que você respirará, lembre de quando éramos nós
Fico até você sorrir, não te acordo nesse sonho
Escreverei nos muros da minha cidade, histórias sobre os marginais
 
Outro inverno passou, desocupados
Debaixo do céu e ruínas dos palácios e corais
Espero o trem das três daqui da ferrovia
Você me disse "Como está você?", te digo "Como você quer que eu esteja"
Tudo se ajeita longe daqui
Eu ainda espero, não entendo esse caminho certo
Por mais duro que seja, não fique mais à mercê
É essa droga que roubou toda a energia
Dessa minha vida
Somos meninos sozinhos e nos perdoem, senhores
Por essas intrusões, mas quais ilusões
Novas mensagens, novas gerações na era das mentiras e do escuro
Somos desocupados
 
Fico até você sorrir entre as luzes da manhã e então
Não é esse ar que você respirará, lembre de quando éramos nós
Fico até você sorrir, não te acordo nesse sonho
Escreverei nos muros da minha cidade, histórias sobre os desocupados
 
Histórias sobre os desocupados
As minhas histórias sobre os desocupados
Histórias sobre os desocupados
Éramos nós, onde nós estávamos
Éramos nós
Histórias sobre os desocupados
 
Fico até você sorrir entre as luzes da manhã e então
Não é esse ar que você respirará, lembre de quando éramos nós
Fico até você sorrir, não te acordo nesse sonho
Escreverei nos muros da minha cidade, histórias sobre os desocupados
 
Translation done by Alma Barroca. In case you want to reprint it, please ask for permission first and always cite my name as its author. /
Tradução feita por Alma Barroca. Caso você queira reutilizá-la, por favor peça por permissão antes e sempre cite meu nome como o do autor.
Submitted by Alma Barroca on Sun, 02/04/2017 - 23:14
Author's comments:

Os 'ragazzi fuori' da música são, segundo Clementino, aqueles que vivem em uma cidade rica e complexa, onde o inimigo número 1 costuma ser o tédio. Esse tédio de viver as 24 horas do dia sem uma paixão construtiva ou um trabalho levam as pessoas a fazer coisas estúpidas como o abuso de substâncias, para preencher o vazio desses dias. O cantor declarou que encontrou na música a vitória para esse tédio, e que a dedica não só aos napolitanos, mas a todos na Itália que sofrem muito (e de forma passiva) com uma situação política e econômica dramática. Eu não traduziria como 'meninos de rua' ou 'marginais' porque esses termos carregam uma conotação negativa que não é o foco de Clementino. 'Desocupados' pode ser um termo meio genérico, mas acredito que seja a melhor forma de traduzir essa expressão.

Italian

Ragazzi fuori

More translations of "Ragazzi fuori"
Italian → Portuguese - Alma Barroca
Please help to translate "Ragazzi fuori"
Comments