Tenta di Dimenticarmi (Tenta esquecer-me)

Portuguese

Tenta esquecer-me

Tenta esquecer-me...
Ser lembrado é como evocar
Um fantasma...
Deixa-me ser o que sou,
O que sempre fui, um rio que vai fluindo...
Em vão, em minhas margens cantarão as horas,
Me recamarei de estrelas como um manto real,
Me bordarei de nuvens e de asas,
Às vezes virão a mim as crianças banhar-se...
 
Um espelho não guarda as coisas refletidas!
E o meu destino é seguir... é seguir para o Mar,
As imagens perdendo no caminho...
Deixa-me fluir, passar, cantar...
Toda a tristeza dos rios
É não poder parar!
 
Submitted by Manuela Colombo on Mon, 15/05/2017 - 19:04
videoem: 
Align paragraphs
Italian translation

Tenta di Dimenticarmi

Tenta di dimenticarmi...
Essere ricordato è come evocare
Un fantasma...
Lascia che io sia quel che sono,
Ciò che sempre sono stato, un fiume che scorre...
Invano, sulle mie rive canteranno le ore,
Mi adornerò di stelle come un manto reale,
Mi ricamerò con nuvole e ali,
A volte i bambini verranno a bagnarsi da me...
 
Uno specchio non custodisce le cose riflesse!
E il mio destino è fluire... è fluire verso il mare,
Perdendo le immagini lungo il cammino...
Lasciami scorrere, passare, cantare...
Tutta la tristezza dei fiumi
E' non potersi fermare!
 
Submitted by Manuela Colombo on Mon, 15/05/2017 - 19:05
Last edited by Manuela Colombo on Thu, 15/06/2017 - 16:31
Author's comments:

Traduzione fatta da Manuela Colombo. Chi volesse riutilizzarla, è pregato di chiederne prima l’autorizzazione e di citare sempre il mio nome come autore.
Tradução feita por Manuela Colombo. Caso você queira reutilizá-la, por favor peça por permissão antes e sempre cite meu nome como o do autor.
Translation done by Manuela Colombo. In case you want to reprint it, please ask for permission first and always cite my name as its author.

Comments