Preto no Branco (Noir sur blanc)

Preto no Branco

Passo meu tempo me dizendo que tenho a vida diante de mim
Mas eu bem que tentei achar graça nisso, acabei sofrendo
Perdi o fio da meada, de tanto pensar, de escutar demais à mim mesmo
Se é passageiro, eu queria realmente ver o fim da história

Mas eu perdi no fundo de minha ilha
O desejo que dormia dentro de mim
Que "matava" a preguiça por precisar de embriaguez

Eu sempre quis quebrar a rotina
Decidir sozinho se eu queria ir à China
Ou mesmo de me embebedar no fundo de minha ilha
Sem me julgar
Talvez eu seja mesmo um doido
Mas, eu também posso ser
Outro gênio imcompreendido pela vida
Mas eu preciso gritar
Respirar um sopro de minha liberdade

Mas eu perdi no fundo de minha ilha
Todos estes dias que eu sonhei, todos os dias que eu chorei
Quero voltar ao passado, esquecer a escuridão que havia-se imaginado

Publié par kyonaute le Lun, 13/12/2010 - 16:37
Original:
français

Noir sur blanc

Video Lyrics
Voir la vidéo
Plus de traductions de « Noir sur blanc »
français → portugais - kyonaute
Commentaires