Poltas soltas dalszöveg

Portugál

Poltas soltas

Dizem que já não me queres
Que há outro na tua vida
E que é dele que tu gostas
//:São as línguas das mulheres
Que vinham lamber-me a ferida
Se me virasses as costas://

Se eu não levo isso a peito
Nem olho para a desdita
Como coisa que se veja
//:Tu tens de perder o jeito
De ser sempre a mais bonita
E despertar tanta inveja://

Dizem que já me enganaste
Soprando no me ouvido
Fados de rara beleza
//:Não sei se me atraiçoaste
Mas eu senti-me traído
Mesmo sem ter a certeza://

Nada disto acontesia
Se desses as tuas voltas
Sempre, sempre, ao meu redor
//:Tens de perder a mania
De deixar as pontas soltas
Na história do nosso amor://

Kűldve: fadoluban Csütörtök, 01/09/2011 - 11:47

 

Translations of "Poltas soltas"
Hozzászólások