O.A. Ramos - “Atomic Existence” (traduzione in Portoghese)

Inglese

“Atomic Existence”

Atoms are not spheres.
They are everywhere and here.
Their faces have never been seen
And from what the theorist can glean
From the mathematics machine there
Is no form. Amorphously it is in the chair
And it is in a strand of hair and it is composed
Out of smaller snippets of quarks. While you dozed
An infinite amount of things within in you shivered
As you were still. Vibrations of the soul delivered
In units of nothing. Know where you are but know
Not how fast you are going or where. The bow
Of a violin arching and tensing. The concert
Of a vast and endless orchestra never inert.
In you this all flourishes and prospers. You
Are unique in every random detail. It’s true
That you are affected by other judgements
But you are yourself. Unpredictable elements
Combine and contort in the gracious martial art
That crafts you and this cosmos and your heart
From nothingness. Know this. Embrace incertitude
Because it is your great personality, master attitude
Of all your platitudes. You have no will. That is fixed.
You have more. You have random order. It's betwixt
The quantified and the questioned. . . Naturally alive
Even in death. The energy pulsates and also thrives
Like some old jazz jive. This is from the great divine
And when you face sadness or fear or age's decline
Understand that this other enchanting sliver of space
Endures within you at all times in places. In your face
It smiles with grace. In the eye it glimmers so bright.
In the soul it rests humanly oscillating with might.
Lost lovingly in waves of light stuff that is life
So shall we face the war. . . death. . . strife. . .
 
Postato da O.A. Ramos Gio, 03/08/2017 - 19:24
Ultima modifica O.A. Ramos Gio, 10/08/2017 - 19:51
Commenti dell’autore:

Please don't post my writings on other sites without my explicit permission beforehand. I just would like to know where it my intellectual property is going.

Allinea i paragrafi
traduzione in Portoghese

Existência Atômica

Átomos não são esferas
Eles estão em todo lugar, até mesmo aqui
Seus rostos nunca foram vistos
E a partir do que o teórico pode tirá-los?
Das máquinas matemáticas que
Não têm forma. Estão, amorosamente, na cadeira
E estão em fios de cabelos e são compostos
De trechos mais pequenos, chamados quarks. Enquanto você cochilava
Uma quantidade infinita de coisas dentro de ti tremiam
enquanto você ainda estava dormindo. Vibrações da alma, entregues
Em unidades de nada. Sabes onde estás, mas não sabes
Nada sobre o quão rápido estás indo ou para onde. O arco
De um violino arqueando e tensionando. O concerto
de uma vasta e infindável orquestra, nunca inerte.
Em ti, tudo isso floresce e prospera. Você
É único em cada detalhe. É verdade
Que és afetado por outros julgamentos
Mas tu és tu. Elementos imprevisíveis
Combinam e contorcem em uma graciosa arte marcial
Aqueles ofícios, você e o cosmos e o teu coração de
Insignificâncias. Saiba disso. Abrace a incerteza,
Pois ela é sua grande personalidade, habilidade mestre
De todas as tuas plenitudes. Você não tem futuro, estás fixo.
Você tem mais. Você tem ordem aleatória. É entre
O quantificado e o questionado... Naturalmente vivo
Mesmo na morte a energia pulsa e também prospera,
Como um jazz dos velhos tempos. É do grande divino,
E quando você enfrentar a tristeza ou medo ou envelhecimento
Compreenda que essa outra onda de espaço
Resiste dentro de você em todos os momentos em lugares. Em seu rosto
Sorri com graça. Nos olhos, brilha muito forte
Na alma, descansa humanamente oscilando com o poder.
Perdido amorosamente em ondas de coisas leves que estão a vida
Então, devemos encarar a guerra... A morte... Os conflitos. . .
 
Postato da Marco Antônio Corrêa Ven, 04/08/2017 - 03:10
Aggiunto su richiesta di O.A. Ramos
Altre traduzioni di ““Atomic Existence””
Inglese → Portoghese - Marco Antônio Corrêa
Commenti fatti