Diam's - Enfants du désert (traduzione in Portoghese)

traduzione in Portoghese

Filhos do Deserto

Eu saí da minha bolha
Tirei um tempo pra olhar pro mundo e observar a lua
Então eis aqui a nova Diam's em paz consigo mesma (consigo mesma)
Eu prefiro que essa vá aos filhos do deserto (aos filhos do deserto)
ok, ok...
 
A vida não passa de uma corrida e eu era a primeira entre os iniciantes
O que tu podes fazer quando não tens pai, hein?
Diz aí, o que tens a perder? Nada!
Então tu corres atrás da grana, tu batalhas, sob golpes tu começas a falar
Tu corres, corres, sofres e depois provas
É cara, é preciso ser honesto, meus problemas me transformaram em poeta
Ao ponto de me deixarem itens de banho à disposição no Moët
Helicópteros, táxi e jato, eu subi sem passagens aéreas
Do chão tu ganhas o céu, mas de repente tu dás pena!
Quando tens dinheiro, muitos podem morrer, muitos querem te testar
Teu pai reaparece, teu pior inimigo vira teu ex, é...
Como uma princesinha, eu só fiz fugir pra melhor brilhar
1º classe ou Econômica na pior das hipóteses, contanto que fosse bancos de couro
Nessa corrida pelo dinheiro eu vi morrer os meus heróis
Nos bastidores se cheira cocaína, e entre os artistas é a heroína
Eu como uma mancha, corri atrás do comércio e dos dólares
Ao ponto de ter no pulso o mesmo Rolex que o Nicolas Sarkozy!
Então eu...
 
Saí da minha bolha
Eu tirei um tempo para olhar a África e contemplar a lua
Essa sociedade não passa de uma prisão
Eu corri atrás da grana, com risco de sofrer as penas
Nessa corrida ao sucesso, eu acho que conheci o inferno
Minha irmã, meu irmão, eu prefiro que isso vá aos filhos do deserto
Porque eu não vou levar nada para o túmulo!
 
Então eu arrombei portas, colecionei cartões de senha
Black ou Gold, depois do iPhone eu quero o Bold e o iPod
E em seguida o xBox conectado à internet wi-fi
Uma noite de Sim's com as meninas, a gente se conecta no wi-fi!
É, eu estou 'in', dizem que sou conectada, assim como todos vocês
Não, eu não quero incomodá-los, vou passar mais tarde por Bluetooth
À vontade no meu Air Force, eu sonho acordada no Airport
E então eu escrevo raps hardcore nas pistas do aeroporto
Eu tenho no indicador o mesmo anel que a Carla Bruni
Mas ele não me serve pra nada sob as estrelas de Dakhla
Deserto de areia contra o deserto de desespero
A minha juventude tem ares de vitória, mas não escolhe suas armas
Já que o Estado nos priva de tudo, ela se arrasta e tosse
Encorajada pelo crime, ela encontra refúgio no Islã ou na prisão!
Triste país que conta com as promessas de Le Pen
Para que subam ao topo os grandes capitalistas de merda!
Então eu...
 
Saí da minha bolha
Eu tirei um tempo para olhar a África e contemplar a lua
Essa sociedade não passa de uma prisão
Eu corri atrás da grana, com risco de sofrer as penas
Nessa corrida ao sucesso, eu acho que conheci o inferno
Minha irmã, meu irmão, eu prefiro que isso vá aos filhos do deserto
Porque eu não vou levar nada para o túmulo!
 
Pequena suburbana vinda do 9-1
Orgulhosa do meu Essone, orgulhosa do meu crescimento
Eu gostaria que minha voz ressoasse em todas as lojas!
E aliás se Deus testa os homens, quero ser digna de amar
E a todos os que batalham, saibam que eu quero ser digna de ajudar
Porque hoje eu já conheci de tudo: a opulência e o dinheiro
A depressão, as coroas, as ambulâncias e a vida nas ruas
Eu sei do que eu sou capaz, eu sei do que o Estado é culpado
Ele que movimenta bilhões mas jamais pelos contribuintes, não!
Eu, la boulette, sou patrona e milionária
Ou eu tentava ser humanitária, ou tentava ser bilionária
Fiz minha escolha e que se foda, agora quem me ama me segue
Agora quem me ama me leva muito mais alto do que eu posso ver
Eu preciso de ajuda com a minha revolta, preciso de suplementos na colheita
Preciso dos gritos do meu público porque eu preciso de voluntários
Ao que parece somos burros
Ao que parece, é preciso que a gente vá embora
Vamos, a gente vai sair das nossas tocas
Vamos, a gente vai usar a Marianne pra
 
Sair de nossas bolhas
E tirar um tempo para olhar a África e contemplar a lua
Essa sociedade não passa de uma prisão
Eu corri atrás da grana, com risco de sofrer as penas
Nessa corrida ao sucesso, eu acho que vivemos no inferno
Minha irmã, meu irmão, também somos crianças do deserto
E todos temos um papel a desempenhar na Terra
então eu...
 
Saí da minha bolha
Eu tirei um tempo para olhar a África e contemplar a lua
Essa sociedade não passa de uma prisão
Eu corri atrás da grana, com risco de sofrer as penas
Nessa corrida ao sucesso, eu acho que conheci o inferno
Minha irmã, meu irmão, eu prefiro que isso vá aos filhos do deserto
Porque eu não vou levar nada para o túmulo!
 
Então, eu saí da minha bolha...
 
Postato da ulissescoroa Ven, 04/08/2017 - 13:37
Francese

Enfants du désert

Altre traduzioni di “Enfants du désert”
Francese → Portoghese - ulissescoroa
Commenti fatti