Advertisements

Bocca di rosa (Portuguese translation)

  • Artist: L'Aura (Laura Abela)
  • Also performed by: Fabrizio De André
  • Song: Bocca di rosa 3 translations
  • Translations: English, French, Portuguese
Proofreading requested

Prostituta

Ela era chamada de prostituta
Por colocar o amor, por colocar o amor
Ela era chamada de prostituta
Por colocar o amor antes de tudo
 
Assim que ela chegou na estação
Da cidade de Sant'Ilario
Apenas olhando para ela, todos perceberam
Que ela não era uma missionária
 
Há quem faça o amor por estar cansado
Há quem escolha fazê-lo por profissão
A prostituta não fazia por nenhuma dessas coisas
Ela fazia o amor por paixão
 
Mas a paixão às vezes faz você
Satisfazer seus próprios desejos
Sem perguntar se o seu amado
Tem um coração livre ou se tem uma mulher
 
E foi assim que brevemente
A prostituta conseguiu a atenção
E a ira dos cachorros de quem
Ela tinha tirado o osso
 
Mas as garotas curiosas de uma cidade
Não tinham iniciativa nenhuma
As contra iniciativas até aquele momento
Se limitavam a por a culpa nos outros
 
Se sabe que o povo dá bons conselhos
Se sentindo como Jesus no templo
Se sabe que o povo dá bons conselhos
Se não puderem mais dar bons exemplos
 
Então uma velha que nunca havia se casado
Sem nunca ter tido filhos, sem desejos sexuais
Entrou na briga, e deu seu gosto certo
De dar a todos o seu conselho justo
 
Perguntando para todas as mulheres traídas
Com palavras sábias
"Aquele que roubar o amor será punido"
Assim disse, seguindo a constituição
 
E então elas foram falar com o comandante
E disseram sem delongas1
"Essa puta já tem clientes demais
Ela serve mais do que apenas comida"2
 
Então chegaram quatro policiais
Com suas plumas, com suas plumas
E chegaram quatro policiais
Com suas plumas e armados
 
Ter um coração gentil não é um dom
Os oficiais tem muitos
Mas naquele momento, quando ela era conduzida ao trem
Quando ninguém estava feliz por fazer isso
 
Todos estavam na estação
Do comissário de justiça ao padre
Todos estavam na estação
Com os olhos vermelhos de raiva e com chapéis nas mãos
 
Para saludar quem, por um breve tempo
Sem pedir nada, sem pedir nada
Para saludar quem, por um breve tempo
Levou o amor para aquela cidade
 
Havia uma placa amarela
Com um escrito preto
Que dizia "Adeus, sua prostituta
A primavera vai embora junto a você"
 
Mas uma notícia bem original
Não precisa de nenhum jornal
Pois ela passa de boca em boca bem rápido
Assim como uma flecha voa é atirada de um arco
 
E na próxima estação
Tinha mais gente do que quando ela tinha partido
Quem mandou um beijo, quem jogou fora uma flor
Quem ficou3 com ela por duas horas
 
Nem mesmo o pároco a despreza
Entre pedir misericórdia e a extrema unção
O efêmero bem da beleza
Ele queria estar ao lado dela durante a procissão
 
E com a Virgem na primeira fila
E a prostituta não muito longe
Ele levou para a cidadezinha
O amor sagrado e o amor profano
 
  • 1. Em palavras diretas
  • 2. Esse trocadilho foi genial. O escritor provavelmente queria dizer que a mulher no caso tinha relações sexuais sexuais (na gíria vulgar - ela era comida) por vários homens
  • 3. Quem fez sexo
Translation done by Alma Barroca. In case you want to reprint it, please ask for permission first and always cite my name as its author. /
Tradução feita por Alma Barroca. Caso você queira reutilizá-la, por favor peça por permissão antes e sempre cite meu nome como o do autor.
Submitted by Alma BarrocaAlma Barroca on Fri, 07/02/2014 - 13:52
Last edited by Alma BarrocaAlma Barroca on Wed, 09/05/2018 - 22:00
The author of translation requested proofreading.
It means that he/she will be happy to receive corrections, suggestions etc about the translation.
If you are proficient in both languages of the language pair, you are welcome to leave your comments.
ItalianItalian

Bocca di rosa

More translations of "Bocca di rosa"
Portuguese Alma Barroca
Idioms from "Bocca di rosa"
See also
Comments
malucamaluca    Wed, 09/05/2018 - 14:12

Que era não era uma missionária -> Que ela não era uma missionária