Advertisements

Cantiga No. 56 - Gran dereit' é de seer séu miragre mui fremoso (Portuguese translation)

  • Artist: Cantigas de Santa Maria
  • Song: Cantiga No. 56 - Gran dereit' é de seer séu miragre mui fremoso
  • Translations: Portuguese
Galician-Portuguese

Cantiga No. 56 - Gran dereit' é de seer séu miragre mui fremoso

"Esta é como Santa María fez nacer as cinco rósas na boca do monge depós sa mórte, polos cinco salmos que dizía a onrra das cinco lêteras que á no séu nome."
 
Gran dereit' é de seer
séu miragre mui fremoso
da Virgen, de que nacer
quis por nós Déus grorïoso.
 
Porên quéro retraer
un miragre que oí,
ond' averedes prazer
oíndo-o outrossí,
per que podedes saber
o gran ben, com' aprendí,
que a Virgen foi fazer
a un bon religïoso.
 
Gran dereit' é de seer
séu miragre mui fremoso
da Virgen, de que nacer
quis por nós Déus grorïoso.
 
Este sabía leer
pouco, com' oí contar,
mas sabía ben querer
a Virgen que non á par;
e porên foi compõer
cinque salmos e juntar,
por en sa loor crecer,
de que éra desejoso.
 
Gran dereit' é de seer
séu miragre mui fremoso
da Virgen, de que nacer
quis por nós Déus grorïoso.
 
Dos salmos foi escoller
cinque por esta razôn
e de sũu os põer
por cinque letras que son
en María, por prender
dela pois tal galardôn,
per que podésse veer
o séu Fillo pïadoso.
 
Gran dereit' é de seer
séu miragre mui fremoso
da Virgen, de que nacer
quis por nós Déus grorïoso.
 
Quen catar e revolver
estes salmos, achará
“Magnificat” i jazer,
e “Ad Dóminum” i á,
e cabo del “In convertendo”
e “Ad te” está,
e pois “Retribúe servo
túo” muit' omildoso.
 
Gran dereit' é de seer
séu miragre mui fremoso
da Virgen, de que nacer
quis por nós Déus grorïoso.
 
Pera ben de Déus aver,
ond' aquestes, sen falir,
salmos sempr' ía dizer
cada día, sen mentir,
ant' o altar e tender
se todo e repentir
do que fora merecer
quand' éra fól e astroso.
 
Gran dereit' é de seer
séu miragre mui fremoso
da Virgen, de que nacer
quis por nós Déus grorïoso.
 
Est' uso foi mantẽer
mentre no mundo viveu;
mas pois, quand' ouv' a morrer,
na boca ll' apareceu
rosal, que viron tẽer
cinque rósas, e creceu
porque fora bẽeizer
a Madre do Poderoso.
 
Gran dereit' é de seer
séu miragre mui fremoso
da Virgen, de que nacer
quis por nós Déus grorïoso.
 
Gran dereit' é de seer
séu miragre mui fremoso
da Virgen, de que nacer
quis por nós Déus grorïoso.
 
Submitted by JosemarJosemar on Fri, 11/05/2018 - 15:22
Portuguese translationPortuguese
Align paragraphs
A A

Cantiga No. 56 - É justo que seja muito formoso o milagre

"Foi assim que a Santa Maria fez nascer as cinco rosas na boca do monge depois de sua morte, em prol dos cinco salmos nos quais ele dizia em honra das cinco letras que há no Seu nome."
 
É justo que seja
muito formoso o milagre
da Virgem, de Quem o Glorioso
Deus quis nascer por nossa causa.
 
Porém, quero retratar
um milagre que ouvi,
com o qual terás prazer,
ouvindo-o outrossim.
Por meio dele, poderás saber
do grande bem, como aprendi,
que a Virgem foi fazer
a um bom religioso.
 
É justo que seja
muito formoso o milagre
da Virgem, de Quem o Glorioso
Deus quis nascer por nossa causa.
 
Este sabia ler
pouco, como ouvi contar,
mas sabia querer bem
a Virgem sem-par;
e assim foi compor
e juntar cinco salmos,
para que seu louvor crescesse,
do qual era desejoso.
 
É justo que seja
muito formoso o milagre
da Virgem, de Quem o Glorioso
Deus quis nascer por nossa causa.
 
Dos salmos ele foi escolher
cinco por esta razão
e unir-los em um,
com as cinco letras que há
em “Maria”, para alcançar
d'Ela tal galardão,
para que pudesse ver
o Seu Piedoso Filho.
 
É justo que seja
muito formoso o milagre
da Virgem, de Quem o Glorioso
Deus quis nascer por nossa causa.
 
Quem observar e perscrutar
estes salmos, achará
o “Magnificat” ali,
e também o “Ad Dominum”
e o final do “In convertendo”
e o “Ad te”
e depois o “Retribue servo
tuo” muito humildemente.
 
É justo que seja
muito formoso o milagre
da Virgem, de Quem o Glorioso
Deus quis nascer por nossa causa.
 
Para ter o bem de Deus,
ele ia sempre, sem falha,
cantar estes salmos
todos os dias, sem mentira,
diante do altar e prosternar-se
todo e arrepender-se
daquilo que cometeu
quando era insano e astroso.
 
É justo que seja
muito formoso o milagre
da Virgem, de Quem o Glorioso
Deus quis nascer por nossa causa.
 
Este costume ele manteve
enquanto no mundo vivia;
mas, depois, quando teve de morrer,
na boca lhe apareceu
um rosal, no qual viram surgir
cinco rosas, e cresceu
porque fora benzer
a Mãe do Poderoso.
 
É justo que seja
muito formoso o milagre
da Virgem, de Quem o Glorioso
Deus quis nascer por nossa causa.
 
É justo que seja
muito formoso o milagre
da Virgem, de Quem o Glorioso
Deus quis nascer por nossa causa.
 
Submitted by Thalyson TeixeiraThalyson Teixeira on Tue, 16/07/2019 - 00:53
Last edited by Thalyson TeixeiraThalyson Teixeira on Wed, 14/08/2019 - 01:08
More translations of "Cantiga No. 56 - ..."
Comments
Advertisements
Read about music throughout history