Advertisements

Cristina Branco - E Às Vezes Dou Por Mim

Portuguese
A A

E Às Vezes Dou Por Mim

Espero-te
Como quem espera o futuro
Sem ciência, só por adivinhação
Não sei se és tu quem procuro
Mas é tarde pra tudo
Tarda-me o coração
 
Tenho-te nesta ideia que fiz de dois
Um qualquer a mim já não me dobra
E entre um sim e um pois
Tu não matas nem móis1
E o meu corpo já sobra
 
E às vezes dou por mim
Quando ninguém está a ver
Será que é por tanto querer
Que ninguém me quer
Sozinha na moldura
Na casa dos meus pais
Dizem que estou madura
E eu não quero esperar mais
 
Deixa que esta noite nos leve
Ai de mim, se não for agora
Que a razão só me pede
Que mate esta sede
E encerre a demora
 
Não sou eu, é o tempo que atraso
Que me arrasta aos tombos pelo chão
Eu só quero inquilino
Que pague no prazo
Esta solidão
 
E às vezes dou por mim
A queimar as janelas
Se ninguém me quer assim
Amo os maridos delas
Que me acusem de pecados
Que me chamem nomes feios
De solteiros encalhados
Tenho eu os bolsos cheios
 
E às vezes dou por mim
E às vezes dou por mim
E às vezes dou por mim.
 
  • 1. do ditado "não mata, mas mói"
Thanks!
thanked 7 times
Submitted by robertohomelirobertohomeli on Sun, 03/07/2016 - 05:23
Last edited by robertohomelirobertohomeli on Mon, 04/09/2017 - 18:27
Submitter's comments:

Requested by @jackiechan.
___
Agradeço as ricas observações de @paulo-sá na correção do texto!

Added in reply to request by jackiechanjackiechan

 

Translations of "E Às Vezes Dou Por ..."
Cristina Branco: Top 3
Comments
Paulo SáPaulo Sá    Thu, 10/08/2017 - 02:54

Será que é por tanto "crer=querer" ( como em desejar e não como em acreditar )

Tenho-te nesta ideia que fiz de dois ( correto )
E entre um sim e um pois ( correto )
Tu não matas nem "mais=móis" ( vindo do ditado português "não mata mas moí" )

Que "mata=mate" esta sede
E "encerra=encerre" a demora ( a razão está-lhe a pedir que mate e encerre a questão da solidão )

"Que" me arrasta aos tombos pelo chão ( falta o "que" no inicio do verso )

Eu só quero "um" inquilino ( "um" está a mais )

Que "paga=pague" no prazo

A queimar as janelas ( correto ) ( sinonimo de queimar tempo )

"E" amo os maridos delas ( "E" está a mais ) ( ela diz que não se importa de ser a amante )

"Que" me acusem de pecados ( falta o "que" no inicio do verso )
"Que" me chamem nomes feios ( "que" está a mais )

"Nos=De" solteiros encalhados ( típico dos fadistas arrastar um "nn" no inicio dos versos para mostrar maior sofrimento, mesmo que a palavra não comece com n )

Maior parte dos erros devem-se a pequenas diferenças entre português de Portugal e português do Brasil.
Excelente trabalho e um abraço de Portugal.

robertohomelirobertohomeli    Mon, 04/09/2017 - 18:23

Muito obrigado pela contribuição, Paulo! Fascinante Teeth smile
Abraços!

Read about music throughout history