Nuno Rocha Morais - Que a tua memória seja longa...

Portuguese

Que a tua memória seja longa...

Que a tua memória seja longa,
Embora, por vezes, a fites incrédulo,
E não te reconheças em nenhum
Dos outros que foste e em ti apagaste.
Memória longa para saberes
Onde se encontram perdidas as coisas,
As pessoas, os lugares,
E então talvez as causas aceitem revelar-se,
Personagens na sombra que abandonam o disfarce
Porque nada mais pode a memória
Senão murmurar-te que viver
É desencontrar.
Que seja longa e labiríntica:
O fogo sem chamas reminiscente
O que te espera é isso,
Uma longa conversa com a memória.
 
Submitted by Guernes on Fri, 09/02/2018 - 22:15
Submitter's comments:
Thanks!thanked 1 time
Nuno Rocha Morais: Top 3
Please help to translate "Que a tua memória ..."
Comments
Manuela Colombo    Sun, 25/02/2018 - 20:45

Buonasera Christian,
questa poesia non è affatto facile: ho richiesto anche la traduzione tedesca per confrontare l'interpretazione che viene data ai versi 2, 3, 4.
... a fites incrédulo, e não te reconheças em nenhum... :
io penso che il soggetto di queste 2 frasi sia (tu) e non (la memoria), perché i verbi fites e reconheças sono alla II persona sing. del congiuntivo. Peut être que je rate quelque chose?

Guernes    Sun, 25/02/2018 - 21:22

Merci pour tes remarques.
L'accord des verbes en portugais est une chose que je maitrise encore mal.
conjonctif... subjonctif ... quant au futur, n'en parlons pas !
J'ai corrigé mes deux traductions.
Qu'en penses-tu ?
Notamment de ... foste et ... afagaste

Manuela Colombo    Sun, 25/02/2018 - 21:58

Sì, ora i verbi concordano col soggetto.
Il poeta rivolge lo sguardo alla memoria del suo passato e in essa stenta a riconoscersi nelle varie fasi della sua vita.
In quelle fasi egli si vede differente, come se fosse un altro, che ha cancellato da se stesso.
Perciò "apagaste" è pretérito perfeito do indicativo

em ti (tu) apagaste : en (ou de) toi (tu) as effacé
Spero di aver interpretato correttamente

Guernes    Sun, 25/02/2018 - 22:09

Mille grazie, Manuela.