Russia is waging a disgraceful war on Ukraine. Stand With Ukraine!

Voss'amigo que vos sempre serviu. (English translation)

Galician-Portuguese
Galician-Portuguese
A A

Voss'amigo que vos sempre serviu.

- Voss'amigo que vos sempre serviu,
dized', amiga, que vos mereceu
pois que s'agora convosco perdeu?
Se per vossa culpa foi, nom foi bem.
- Nom sei, amiga, dizem que oiu
dizer nom sei quê e morre por en.
 
- Nom sei, amiga, que foi ou que é
ou que será, ca sabemos que nom
vos errou nunca voss'amigo, e som
maravilhados todos end'aqui.
- Nom sei, amiga, el, cada u é,
dizer nom sei quê e morre por en.
 
- Vós, amiga, nom podedes partir
que nom tenham por cousa desigual
servir-vos sempr'e fazerdes-lhi mal;
e que diredes de s'assi perder?
- Nom sei, amiga, el quer sempr'oír
novas de pouca prol pera morrer.
 
Submitted by Pietro LignolaPietro Lignola on Sun, 16/01/2022 - 16:21
Submitter's comments:

Diálogo em que a amiga da donzela, assumindo a defesa do amigo desta, lhe pergunta por que razão anda ele desesperado, se sempre a serviu lealmente. Se foi por culpa dela, a amiga acha mal. Na sua resposta, a donzela desvaloriza: não sabe bem, dizem que ele ouviu qualquer coisa acerca dela e ficou para morrer.
Na segunda estrofe, a amiga afirma que, não sabendo também os motivos concretos, sabe, isso sim, que ele nunca fez nada de errado em relação a ela, motivo pelo qual todos se espantam com tal rompimento. Mas a donzela continua a desvalorizar (o que fará sempre): sim, o facto é que ele anda continuamente em busca de pequenas notícias dela que o façam sofrer.
Na terceira estrofe, a amiga continua a insistir na estranheza de todos face à situação, perguntando-lhe então o que dirá ela se ele morrer. Pois não sabe, responde a donzela, só sabe que essas pequenas intrigas que ele gosta de ouvir não serão motivo suficiente para tal.
Em tom vivo e bastante coloquial (nas hesitações, nas meias-palavras de duas jovens a conversar) este diálogo produz, de facto, um notável efeito de realismo, confirmando o excelente poeta que Paio Gomes Charinho foi.

English translationEnglish
Align paragraphs

Your boyfriend, who always served you.

—Your boyfriend, who always served you,
Tell me, friend, what he did to deserve
Losing you as he‘s lost you now?
If it was your fault, that wasn‘t good.
—I don‘t know, friend, they say that he
Heard I don‘t know what and so he‘s dying.
 
—I don‘t know, friend, what it was or is
Or what it could be, ‘cause we know you boy
Never wronged you, and everyone
Around here is amazed because of this.
—I don‘t know, friend. Wherever he is
He hears some news that makes him want to die.
 
—Friend, you can‘t keep everyone
From thinking that it‘s just not fair
For him to serve you always and you do him harm,
And what will you say about losing him like that?
—I don‘t know, friend. He always wants to hear
Some silly bit of news so he can die.
 
Thanks!
thanked 1 time

Potete utilizzare tutte le mie traduzioni purché citiate la fonte.

Submitted by Pietro LignolaPietro Lignola on Sun, 16/01/2022 - 16:28
Comments
Read about music throughout history