Rusia lleva a cabo una guerra vergonzosa contra Ucrania.     ¡Defiende a Ucrania!
Cómo apoyar a Ucrania 🇺🇦 ❤️

Letra de Obsessiva n°5

  • Artista: Caio Fernando Abreu
  • Álbum: Poesias nunca publicadas de Caio Fernando Abreu (2012)
  • Traducciones: Francés, Italiano
Portugués
Portugués
A A

Obsessiva n°5

Faz tanto tempo, já
e não, eu não esqueço.
Tomadas providências melancólicas
tipo beber muito
ir ao cinema sem parar
televisão bares festinhas
drogas variadas
cartas & telefonemas
ou não. E nada.
 
Somados aos dos pés, os dedos
das mãos não seriam suficientes
para contar os meses todos.
Tantos, deus, e tantas
mas tantas, tantas fiz
(como diria Ana Cristina, a bela)
e eu – mas o que seria esse
eu
depois de tudo?
e isso é outro papo – enfim:
 
eu não esqueço
 
aquele esboço de felicidade,
inesperados tropeços no real. E teu cheiro
de repente, outra vez, no meio de maio,
visuais rápidos na esquina, no escuro
teu rosto transformado em outros.
Arsênico, cumulativa: a memória
dum quase possível me envenenando
insidiosa e lenta
como num romance inglês.
 
Até hoje – até quando?
 
(Década de 80)
 
¡Gracias!
1 agradecimiento
Publicado por Manuela ColomboManuela Colombo el 2022-10-06

 

Las traducciónes de "Obsessiva n°5"
Caio Fernando Abreu: 3 más populares
Comentarios
Read about music throughout history