Publicité

Ballada o borbe (Баллада о борьбе) (traduction en portugais)

  • Artiste: Vladimir Vysotsky (Владимир Высоцкий)
  • Chanson: Ballada o borbe (Баллада о борьбе) 6 traductions
  • Traductions: allemand, anglais, espagnol, hébreu, portugais, turc
traduction en portugaisportugais
A A

Balada Sobre a Luta

Entre as velas derretentes e as preces no crepúsculo.
Entre troféus de guerra e fogueiras de paz,
Viviam os filhos dos livros, que não conheciam as batalhas,
E que se machucavam com suas catástrofes infantis.
 
Crianças estão sempre aborrecidas por sua idade e rotina
E nós lutamos por arranhões e ofensas mortais
Mas nossas mães remendaram nossas roupas a tempo
E então devoramos os livros, embebedando-nos em suas palavras.
 
Cabelos esticados sobre nossas testas suadas,
As frases que traziam doces solavancos aos nossos estômagos,
E nossas cabeças giravam com o aroma das lutas,
Que, daquelas páginas amareladas, pulavam sobre nós.
 
E nós, que não conhecíamos a contenda,
Que tomamos um uivo como um grito de guerra,
Tentamos compreender o mistério da palavra "comando", do desenhar das fronteiras,
Do ataque e o rangido dos tanques.
 
E nos focos de guerras ardentes, nas comoções dos idosos,
Há tanta comida para os nossos pequenos cérebros.
Declaramos como traidores, covardes e judas
Os nossos inimigos naqueles jogos infantis.
 
E nós jamais deixaríamos que as pegadas dos inimigos esfriassem,
E nós juramos amar as mais belas damas.
Reconfortamos nossos amigos e nossos entes queridos,
Nós nos pusemos nos papéis de heróis.
 
Só que não se pode escapar em devaneios por bem,
A diversão durou pouco, e há tanta dor ao nosso redor.
Tente abrir à força as mãos dos que já caíram,
E aceite as armas dessas mãos cansadas de trabalho duro.
 
Coloque-se à prova, pegue uma espada ainda quente,
E lance-se no exército - qual é o seu valor, qual é o seu valor?
Prove quem você é - um covarde ou um escolhido do destino,
E prove do gosto de uma batalha real.
 
E quando um amigo ferido cair ao seu lado,
E você urrar de dor por sua primeira perda,
E quando você se vir de repente sem sua pele
Por ele ter sido morto e você não.
 
Então você entenderá pelo sorriso por trás daqueles elmos - que você reconheceu, discerniu, aprendeu - é o sorriso da morte
Mentiras e maldades, veja como suas faces são cruas,
E como corvos e caixões estão sempre os seguindo.
 
Se você não comeu um pedaço de carne direto da faca,
Se você a tudo assistiu de cima, passivamente,
Se não entrou numa contenta contra a escória, contra o vândalo,
Significa que em vida foi irrelevante, irrelevante.
 
Se você cortou o caminho com a espada do seu pai,
Se você fez uso do sal das suas lágrimas,
Se, no calor de uma guerra você descobriu o que realmente vale a pena,
Significa que leu os livros necessários quando criança.
 
Publié par venus aversavenus aversa le Dim, 19/03/2017 - 07:57
Commentaires de l’auteur·e :

Tradução feita a partir da versão cantada pela banda Melnitsa, por isso a formatação diferente.

Ballada o borbe (Баллада о борьбе)

Plus de traductions de « Ballada o borbe ... »
portugais venus aversa
Collections avec « Ballada o borbe ... »
Commentaires