Luísa Sobral - Xico

Advertisements
portugais

Xico

Já passaram dois anos e tal
E do Xico nem sinal
Há quem diga que emigrou
Há quem diga que encontrou
Uma brasileira que não esta nada mal
 
E a Dolores todos os dias o espera
Com a sopa ao lume e o prato do costume
Finge não ouvir a vizinhança
E pede a Deus um pouco mais de esperança
 
Ó Xico, ó Xico
Onde te foste meter?
Ó Xico, ó Xico
Não me faças mais sofrer
 
Desde pequena Dolores sonha em encontrar
Um português com olhos cor de mar
Ninguém entendia o porquê da maluqueira
Que tinha pelo outro lado da fronteira
 
Conheceu o Xico em Almerimar
E logo ali decidiram casar
Dolores levou o essencial
A velha caixa de costura e o avental
 
Ó Xico, ó Xico
Onde te foste meter?
Ó Xico, ó Xico
Não me faças mais sofrer
 
Viveram dez anos sem igual
Ninguém previa tal final
Agora diz Dolores com lamento
 
"De Espanha nem bom vento
Nem bom casamento"
 
Ó Xico, ó Xico
Onde te foste meter?
Ó Xico, mi chico
Não me faças mais
No me hagas más
Não me faças mais sofrer
 
Publié par Valerie-ma-chérie le Mar, 11/07/2017 - 16:34
Modifié pour la dernière fois par Valerie-ma-chérie le Mar, 13/11/2018 - 00:05
Merci !

 

Advertisements
Vidéo
Luísa Sobral: Top 3
Commentaires
jprsousa.pt    Lun, 12/11/2018 - 18:47

I suggest a proofread of the original lyrics.
The structure of the stanzas is a little bit confusing and there are some words that should be written with a capital letter in the beginning, such as "Xico", "Dolores" and "Almerimar".

I guess it was a "late night translation", as I usually say, but you can rely on my English translation to correct it (if you want, of course). Regular smile

Best regards!

Valerie-ma-chérie    Mar, 13/11/2018 - 00:00

Hi,
thanks for your comment, you are absolutely right. I'll revise the lyrics and fix the oversights.

Thanks for yor help Teeth smile

Kindest regards!