Russia is waging a disgraceful war on Ukraine.     Stand With Ukraine!

Testo delle canzoni: O Verme e a Estrela

  • Artista: Adriana Calcanhotto Artista partecipante (featuring): Augusto de Campos
  • Album: A Fábrica do Poema (1994)
  • Traduzioni: Inglese, Tedesco
Portoghese
Portoghese
A A

O Verme e a Estrela

Agora sabes que sou verme
Agora sei da tua luz
Se não notei minha epiderme
É.. nunca estrela eu te supus
Mas se cantar pudesse um verme
Eu cantaria a tua luz!
 
Se eras assim
Por que não deste
Um raio brando ao teu viver?
Não te lembrava
Azul-celeste
O céu talvez, não pode ser
Mas, ora.. enfim, por que não deste
Somente um raio ao teu viver?
 
Olho e examino minha epiderme
Olho e não vejo a tua luz!
Vamos que sou, talvez, um verme
Estrela nunca eu te supus!
 
Olho e examino minha epiderme
Ceguei ceguei a tua luz
 
Grazie!
Postato da Alma BarrocaAlma Barroca Mar, 17/06/2014 - 14:43
Ultima modifica malucamaluca Gio, 05/11/2020 - 13:16

 

Traduzioni di “O Verme e a Estrela”
Adriana Calcanhotto: 3 più popolari
Commenti fatti
malucamaluca    Mar, 03/11/2020 - 12:52

ese sao as letras da musica "Roleta Russa" (faixa 12 desse disco)

Read about music throughout history