Advertisements

António Gedeão - Poema do livre arbítrio

포르투갈어
포르투갈어
A A

Poema do livre arbítrio

Há uma fatalidade, intrínsica, insofismável,
inerente a todas as coisas e nelas incrustada.
Uma fatalidade que não se pode ludibriar,
nem peitar, nem desvirtuar,
nem entreter, nem comover,
nem iludir, nem impedir,
uma falalidade fatalmente fatal,
uma fatalidade que só poderia deixar de o ser,
para ser fatalidade de uma outra maneira qualquer,
igualmente fatal.
 
Eu sei que posso escolher entre o bem e o mal.
Eu sei que posso fatalmente escolher entre o bem e o mal.
 
E já sei que escolho o bem  entre o mal e o bem.
Já sei que escolho fatalmente o bem.
Porque escolher o bem é escolher fatalmente o bem,
como escolher o mal é escolher fatalmente o mal.
O meu livre arbítrio
conduz-me fatalmente a uma escolha fatal.
 
고마워요!
투고자: Manuela ColomboManuela Colombo, 土, 19/06/2021 - 16:32

 

"Poema do livre ..."의 번역
António Gedeão: 상위 3
코멘트
GuernesGuernes    土, 19/06/2021 - 17:58

ludribriar -> ludibriar
nem, peitar, -> nem peitar,

Read about music throughout history