A Paean to the Goddess (превод на португалски)

енглески

A Paean to the Goddess

O Mother of all things
Peace be upon thee
Watch over our humble Earth
In both trial and prosperity
 
Chorus:
You seek not obedience nor strife
But the betterment for all life
 
We see you in the skies aloft
And o'er the hills and mountaintops
Etched upon clouds and summit heights
Your countenance gleaming ever so bright
 
Chorus
 
We hear your whispers in the air
Echoing the wisdom of the ages
A hymn to relieve all despair
Our croon to our restlessness
 
Chorus
 
We sense your heartbeat upon verdant fields
Over living ground our bare footsteps tread
To you we acknowledge, we appreciate thee
O Guardian of Life from beginning to end
 
Chorus
 
Поставио/ла: SilentRebel83SilentRebel83 У: Недеља, 17/11/2013 - 20:06
Last edited by ScieraSciera on Недеља, 03/06/2018 - 12:09
Коментари подносиоца:

This is a poem I had been working on for months. The inspiration for posting it here came from TrampGuy, so many thanks to him.

превод на португалскипортугалски
Align paragraphs
A A

Uma Ode Para A Deusa

Ah, Mãe de todas as coisas
Que a paz esteja contigo
Proteja a nossa Terra, tão simples
Em ambas prosperidade e julgamento
 
Refrão:
Você não procura nem por obediência nem por disputas
Além da melhora para toda a vida
 
Nós te vemos nos céus
E sobre as colinas e nos topos das montanhas
Gravada nas nuvens e nos pontos mais altos
 
Refrão
 
Escutamos você sussurrando no ar
Ecoando a sabedoria das eras que passaram
Uma ode para aliviar todo o desespero
Nosso murmúrio para a nossa agitação
 
Refrão
 
Sentimos seu coração bater em verdes campos
Sobre terras férteis damos nossos passos nus
Nós te agradecemos e te apreciamos
Ah, Guardiã da vida, desde o começo até o fim
 
Refrão
 
Translation done by Alma Barroca. In case you want to reprint it, please ask for permission first and always cite my name as its author. /
Tradução feita por Alma Barroca. Caso você queira reutilizá-la, por favor peça por permissão antes e sempre cite meu nome como o do autor.
Поставио/ла: Alma BarrocaAlma Barroca У: Недеља, 15/12/2013 - 19:13
Коментари