Sonnet 18 Shall I compare thee to a Summer's day? ( översättning till portugisiska)

Reklam
engelska
A A

Sonnet 18 Shall I compare thee to a Summer's day?

Shall I compare thee to a summer's day?
Thou art more lovely and more temperate:
Rough winds do shake the darling buds of May,
And summer's lease hath all too short a date:
 
Sometime too hot the eye of heaven shines,
And often is his gold complexion dimm'd;
And every fair from fair sometime declines,
By chance or nature's changing course untrimm'd;
 
But thy eternal summer shall not fade
Nor lose possession of that fair thou owest;
Nor shall Death brag thou wander'st in his shade,
When in eternal lines to time thou growest:
 
So long as men can breathe or eyes can see,
So long lives this and this gives life to thee.
 
Inskickad av SilentRebel83SilentRebel83 Tis, 24/12/2013 - 18:21
Senast ändrad av BesatniasBesatnias Tis, 19/04/2016 - 22:51
Anmärkning:

Sung version by David Gilmour:

översättning till portugisiskaportugisiska
Align paragraphs

Soneto 18 Devo comparar-te com um dia de verão?

Devo comparar-te com um dia de verão?
Embora sejas mais adorável e mais amena:
Os ventos fortes agitam os queridos botões de maio,
E todo o período de verão tem uma duração muito curta:
Às vezes quente demais, o olho do céu brilha,
E sua tez de ouro é amiúde esmaecida;
E todo esplendor da beleza em algum momento se esvai,
Por acaso ou pela constante mudança do curso da natureza;
 
Mas teu eterno verão não desvanece
Nem perde a posse dessa beleza que possuis;
Nem a morte se gaba de vagares à sua sombra,
Enquanto cresces em versos eternos com o tempo:
 
Enquanto os homens puderem respirar ou os olhos puderem ver,
Enquanto isto viver e isso te dá vida.
 
Tack!
Inskickad av claro translatorclaro translator Mån, 17/02/2020 - 01:19
Kommentarer